Esportes

Em baixa, Cazares vai de intocável a negociável no Corinthians


Cazares chegou ao Corinthians em setembro prometendo resolver dentro de campo e se comportar fora das quatro linhas. Pouco mais de seis meses depois, o equatoriano sai em débito com o clube e a torcida. O jogador está sendo negociado com o Fluminense e, apesar do status de bom jogador, não deixa saudades.

Cazares tem vínculo com o Corinthians até o final de junho do ano que vem. No entanto, seu baixo rendimento e o seu alto salário (estimado em pouco menos de R$ 400 mil) acabaram culminando com a provável saída. Além de aliviar a folha de pagamento do departamento de futebol, a ausência do atleta vai ser um problema a menos para o treinador Vagner Mancini. Em entrevistas, o comandante já havia mandado recado para os atletas experientes que não estavam correspondendo.

Apesar da posição tranquila no Campeonato Paulista, o técnico alvinegro por diversas vezes reclamou do baixo nível técnico apresentado em campo. E a sofrida classificação na Copa do Brasil diante do Retrô, de Pernambuco, fez essa pressão aumentar sobre os atletas considerados caros e que não estavam dentro do grau de exigência da comissão técnica.

Em pouquíssimo tempo, o equatoriano deixou de ser titular absoluto para ser negociado sem qualquer resistência da diretoria. Na prática, o ex-camisa 10 já estava fora dos planos. Das oito partidas do Corinthians até aqui na temporada 2021, ele foi titular apenas em duas. A demora em recuperar a forma física após se recuperar de lesão foi outro fator que ajudou a diminuir o seu prestígio no Parque São Jorge.

Diante da dificuldade financeira no Corinthians, Mancini tem ficado mais atento aos jogadores da base e também aos que fazem o trabalho na equipe de transição do clube. Atletas com salários mais altos vão ter de demonstrar o seu valor dentro de campo para justificar a permanência.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Líder do Grupo A do Estadual, com 14 pontos, o Corinthians quer um time mais estável para não sofrer mais sustos na competição que é prioridade no clube no momento: a Copa do Brasil. O torneio, que tem jogos eliminatórios, distribui cotas por classificação que não podem ser desprezadas pelo departamento de futebol. O time, que está classificado para a terceira fase da competição, já embolsou R$ 4,2 milhões. A partir de agora, as disputas serão com confrontos de ida e volta. No caso de se garantir nas oitavas de final, o clube garante mais R$ 2,7 milhões de receita.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS