Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A seleção brasileira masculina de vôlei sofreu neste domingo, novamente diante do Japão, mas desta vez saiu de quadra com a vitória. O time nacional venceu o amistoso por um apertado placar de 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 21/25, 23/25, 25/22 e 15/13, em Taguatinga, no Distrito Federal.

Com a vitória, o time comandado por Renan Dal Zotto se recuperou da derrota por 3 a 0 que sofreu para os japoneses, na quinta-feira, no mesmo local. As duas partidas fazem parte da preparação do time masculino para a disputa da Liga das Nações, a partir da próxima semana.

Depois da dura derrota de quinta, Renan reduziu os testes neste domingo e colocou em quadra Bruninho, Lucão e Lucarelli, poupados no primeiro jogo. Mas a seleção não contou com força máxima em quadra ao longo de todo o jogo. Os reservas ganharam novas chances em diferentes momentos do duelo.

Depois da dura derrota no amistoso anterior, o Brasil começou tirando o primeiro set do Japão nesta série de jogos. Com os reforços do time, a equipe da casa se impôs desde os primeiros pontos, com até cinco de vantagem, e construiu a vitória na parcial sem maiores dificuldades.

A segunda parcial teve roteiro diferente. Renan fez mudanças no time e o Brasil passou a cometer erros sem sequência. Os japoneses abriram 17/12 e mantiveram o ritmo até fecharem o set e empatarem o confronto. Para piorar, o líbero Maique reclamou de dores no joelho direito e fez tratamento com gelo no banco de reservas.

Mesmo com o retorno dos titulares em quadra, o terceiro set teve o Japão como protagonista, liderado por Nishida. Lucarelli até virou boas bolas, mas a equipe da casa não conseguiu acompanhar os visitantes. Quando tinha a chance de empatar a parcial, Bruninho mandou saque para fora e o Japão fechou o set, virando o placar da partida.

A quarta parcial foi a mais equilibrada da partida. As duas seleções se alternaram na liderança do placar até que o Brasil abriu vantagem na reta final. O jovem Adriano, uma das apostas de Renan para a Liga das Nações, fez a diferença no saque para garantir a vitória brasileira no set, forçando a disputa do tie-break.

O set de desempate também foi parelho, embora o Brasil tenha liderado praticamente do começo ao fim. Mais concentrado e com titulares em quadra, a seleção se impôs em quadra e garantiu a vitória.

A seleção agora vai permanecer no Distrito Federal para sua estreia na Liga das Nações. Os comandados de Renan vão enfrentar a Austrália no dia 8, quinta-feira, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.