Economia

Em 5 meses de avanços seguidos, varejo acumulou alta de 2,4%, mostra IBGE

O comércio varejista mostrou ganho de ritmo em setembro. A alta de 0,7% nas vendas ante agosto representou o quinto mês seguido de crescimento, período em que acumulou um avanço de 2,4%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“O resultado é importante não só por completar cinco meses de altas, mas porque ele mostra ritmo mais acelerado em relação a agosto (0,2% ante julho)”, avaliou Isabella Nunes, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio no IBGE.

A pesquisadora pondera, porém, que a melhora do varejo em setembro não mudou o indicador de longo prazo, representado pela taxa acumulada em 12 meses, não alterando, portanto, a tendência para o setor. A taxa do varejo acumulada em 12 meses saiu de 1,4% em agosto para 1,5% em setembro.

“Na verdade, essa melhora observada em setembro, quando incorporada no indicador de longo prazo, mantém o varejo no mesmo patamar, não tem mudança. Pela ótica de 12 meses tem predominância de atividades com estabilidade em relação ao patamar de agosto”, disse Isabella. “Ainda não teve capacidade para alterar indicador de longo prazo”, concluiu.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Patrick Estrela, de Bob Esponja, vai ganhar série própria

+ Sylvester Stallone coloca seu Cadillac Escalade personalizado à venda; confira!

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?