A apresentadora Eliana “invadiu” a nova casa dos influenciadores Viih Tube e Eliezer e da bebê Lua, de 1 ano, na penúltima edição do “Programa da Eliana” no SBT — que foi ao ar neste domingo, 16. Pela primeira vez, o casal mostrou o imóvel, que fica na região de Cotia, em São Paulo, com detalhes. Os influenciadores também falaram sobre a expectativa para a chegada de Ravi, seu segundo filho.

À atração, Viih e Eli mostraram que muitos cômodos da nova residência ainda estão inacabados. Apesar disso, a influenciadora celebrou: “Essa casa é da nossa família, tudo pensado nos filhos, mesmo, porque é um condomínio muito seguro, muito verde, tem um jardim enorme, tem areia, tem piscina, tem lago. Foi tudo pensando neles, para eles terem uma infância bem gostosa”.

Relacionamento

Ainda durante a entrevista, Viih Tube e Eliezer falaram sobre seguidores que duvidaram do relacionamento que começou em 2022. “Falavam que ele ia me usar, que era interesseiro, que era novo no mercado, que não entendia nada do meu meio. Ninguém sabe que nossa marca só é o que é hoje graças a ele, porque no primeiro mês eu teria desistido”, contou Viih, que é proprietária da marca BabyTube ao lado do marido.

E Eliezer complementou: “Na tentativa de me diminuir ou de me humilhar, [as pessoas] falam: ‘O marido da Viih Tube’ ou ‘O pai da Lua’. Se as pessoas imaginassem o orgulho que eu tenho da família que nos tornamos […] Eu tenho orgulho de estar com ela pela história dela”.

Viih também desabafou sobre as dificuldades emocionais que seguiram sua primeira gravidez. “Eu tive um bloqueio de identidade, achava que eu não poderia mais usar minhas roupas, foi uma crise. Para chamar o Eliezer de ‘marido’ demorou, eu já tinha me casado no papel e demorei, porque eu tinha 23 anos e para mim era ‘namorado’. Foi um processo. Meu sonho sempre foi ser mãe, sempre foi construir minha família, mas foi muito rápido”.

Adoção

Durante a entrevista, Viih Tube voltou a expor o desejo de adotar uma criança: “Temos vontade de ter o terceiro filho com idade parecida à de Lua e Ravi. Eu penso em adotar quando os dois tiverem com cinco anos, então, quando eles estiverem com dois anos, começamos todo o processo de adoção. Mas vamos sentindo com o tempo”, contou.