Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Eleito o melhor jogador da Copinha, o jovem Endrick foi destaque no primeiro título do Palmeiras na competição, mas não estará à disposição do técnico Abel Ferreira para o Mundial de Clubes.

Questionado se levaria Endrick para a competição, o treinador português pediu calma pela promoção do atacante e sugeriu uma viagem para a Disney nas férias. O jovem concordou com o técnico.

“Estou tranquilo. Vou torcer muito para levarmos esse Mundial. Penso aqui na base, sem pensar no profissional para não atrapalhar a minha carreira. Quando eu subir, começarei uma nova carreira, não adianta o que eu fiz na base. Abel está certo, eu concordo, e se Deus quiser vamos ser campeões mundiais”, disse Endrick, em entrevista ao SporTV.

Além do prêmio de melhor jogador da competição, Endrick ainda levou o prêmio Dener, do SporTV, pelo gol mais bonito da Copa São Paulo de Futebol Júnior. “É um título muito importante para a nossa sociedade. Não tínhamos esse título e agora conquistamos. Os prêmios são consequência. É o grupo, não o indivíduo. Não ganhei nada sozinho. Primeira coisa de tudo é Deus. Deus faz coisas importantes na minha vida. Preciso agradecer a ele, minha família, minha namorada e meu irmãozinho”, declarou o atleta.

“Quando eu operei o joelho, minha família estava comigo. Nunca me abandonaram, sempre me incentivam. Eles são consequência disso tudo. Tenho que agradecer muito por essa família. E o meu irmão é a minha maior conquista”, finalizou.