As eleições que irão definir o próximo presidente do Corinthians são apenas em novembro, mas os bastidores estão mais quentes do que nunca. Figura importante na política corintiana, o ex-presidente Andrés Sanchez negou categoricamente que irá concorrer ao pleito em novembro, mas não fechou as portas para um retorno no futuro.

+ Corinthians fora da Copa do Brasil 2024? Veja times que podem não disputar a competição

– Impossível (a candidatura). A minha decepção foi tão grande com o Corinthians e com os corinthianos que frequentam o clube, torcida organizada… Fora do clube, torcedor normal, se eu ando na rua eu tiro 50 fotos, eu não consigo andar três quarteirões na Paulista. Mas a política do clube, das torcidas, é óbvio que vão dizer que eu sou ladrão, bandido, filho da p*… Eu respeito, mas é muito decepcionante. Então tem começo, meio e fim. O meu começo com o Corinthians começou em 2007, como presidente, e acabou em 2020, e eu não volto mais. Não vou falar que não volto mais, porque é muito pesado, mas vou fazer de tudo para não voltar. Eu não sou candidato nesse ano não – afirmou durante participação ao podcast Casal Coringão.

+ Veja as movimentações do mercado da bola no LANCE!

Se a oposição já definiu Augusto Melo como candidato, Andrés acredita que a situação deva esperar mais alguns meses, entre junho e julho, para definir o nome que irá representar o grupo. Na última eleição, Augusto ficou em segundo lugar, atrás de Duílio Monteiro Alves.

– Acho que a situação tem que esperar três, quatro meses antes do pleito e lançar seu candidato, porque atrapalha muito o time de futebol, o presidente. Eu sei como é isso. Vamos esperar o máximo possível para anunciar o nosso candidato – ponderou.

+ Veja tabela e simule o mata-mata do Campeonato Paulista

A chapa “Renovação e Transparência está no poder desde 2007 e quer a manutenção por mais três anos. Até o momento, André Luiz Oliveira, popularmente conhecido como André Negão, é o nome mais forte no momento, mas enfrenta rejeição dentro do próprio conjunto.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Já Ronaldo Giovanelli, ídolo e ex-goleiro do Timão, postou em suas redes sociais que concorreria ao cargo pela chapa 33, a “Corinthians com Respeito”. Contudo, ele apagou a publicação e não deixou claro se a candidatura terá continuidade ou se desistiu do pleito.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias