Brasil

Eduardo Bolsonaro defende que Brasil tenha posse de bombas nucleares

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), presidente da Comissão das Relações Exteriores da Câmara, defendeu nessa terça-feira (14) durante uma palestra no curso superior de Defesa da Escola Superior de Guerra que o Brasil tenha a posse de armas nucleares. As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”.

“Se tivéssemos um efetivo maior, um poder bélico maior, talvez fossemos levados mais a sério pelo Maduro, ou temido quem sabe pela China ou pela Rússia”, disse.

O parlamentar lembrou que o País sofreria uma série de sanções se optasse por descumprir o Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP), assinado durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

Apesar das declarações, Eduardo negou que esteja “confabulando uma guerra” e lembrou que “não tem poderes para isso”. Segundo ele, esta decisão cabe ao Ministério da Defesa, hoje chefiado pelo general Fernando Azevedo e Silva.