Eduardo Bolsonaro, a Viih Tube do Planalto

Crédito: IstoÉ

Eduardo Bolsonaro e Viih Tube (Crédito: IstoÉ)


Eduardo Bolsonaro gostaria de ser Nayib Bukele, mas na verdade é a Viih Tube do Planalto. 

Nayib Bukele é o presidente de El Salvador. Neste fim de semana, ele e seus partidários, que hoje controlam o Congresso salvadorenho, aplicaram um golpe contra a democracia. 

Eles destituíram dos cargos os cinco juízes da principal seção da Suprema Corte local. 

Eduardo achou lindo. Celebrou o acontecimento neste fim de semana, com um post nas redes sociais. Como é sabido, ele e seu pai gostariam de fazer o mesmo aqui no Brasil, com os 11 juízes do Supremo Tribunal Federal: mandá-los todos para casa, ou talvez para algum lugar mais sombrio.

O filho 03 disse que a destituição dos juízes foi feita de acordo com a constituição de El Salvador.  Entidades internacionais e governos estrangeiros discordam. A International IDEA, uma organização para defesa da democracia e dos processos eleitorais que reúne 31 países, entre eles o Brasil, considera que pelo menos dois artigos da constituição foram desrespeitados no processo sumário conduzido pelos parlamentares. Os Estados Unidos manifestaram “grande preocupação” com o acontecimento e ressaltaram a importância de um judiciário independente para a saúde institucional de um país.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



As razões do desacordo entre Bukele e o tribunal constitucional de El Salvador não foram mencionadas pelo 03. Mas vale a pena conhecê-las. Bukele usou a pandemia de Covid-19 para tomar medidas extremas. Logo depois de decretar  quarentena nacional, mandou o exército para as ruas e começou a prender gente que furava o isolamento em “centros de contenção”. A Suprema Corte disse que ele estava infringindo direitos básicos dos cidadãos. Daí em diante, entrou na mira do jovem presidente.

Vejam só que curioso: na pandemia, Bukele fez tudo ao contrário de Bolsonaro. Mas mesmo assim, o 03 o elogia. Parece não fazer sentido, mas faz. Para populistas e autoritários como os dois presidentes, saúde, educação, economia são coisas secundárias. O que interessa mesmo é conquistar o poder e exercê-lo sem ser incomodado nem ter de prestar contas a ninguém. 

Para infelicidade do clã presidencial, no entanto, eles nunca estiveram perto de ter a mesma força de Bukele. Não têm maioria parlamentar – pelo contrário, estão mais para reféns do Centrão. Além disso, não conseguiram atrair as Forças Armadas para uma aventura golpista. 

O que têm os Bolsonaro? 

As manifestações deste fim de semana dão uma resposta. 

Elas mostram que o bolsonarismo, neste momento, não deve ser nem menosprezado, nem visto como um bicho papão. 

Não deve ser menosprezado porque conta com eleitores realmente engajados, apaixonados, e raros são os políticos capazes de inspirar esse tipo de sentimento. 

Mas não é um bicho papão porque esses eleitores, com toda certeza, são apenas uma parcela daqueles que votaram em Bolsonaro em 2018. 

Como moro perto da Avenida Paulista, vesti uma camiseta preta neste domingo e fui dar uma espiada no que estava acontecendo em São Paulo. Havia gente compactada no espaço de mais ou menos um quarteirão, em frente ao prédio da Fiesp. Encheria uma frota de kombis, mas não o estádio do Morumbi. Ao contrário do que tentaram emplacar nas redes sociais, absolutamente nada fazia lembrar as ocupações massivas da Paulista em 2013. 

É aqui que entra Viih Tube. Nenhuma semelhança física entre ela e Eduardo. Nenhuma semelhança nos modos. Afinal a menina é só gentileza e Dudu, um brucutu.

O que há de parecido é o “estilo de jogo”. Segundo os experts em BBB, Viih Tube fez de tudo para agradar os colegas de confinamento, sem se importar muito com o que pensavam dela fora da casa. No primeiro paredão que enfrentou, foi eliminada.

Da mesma forma, publicando posts como o deste fim de semana, o filho 03 do presidente conversa com as pessoas que vivem confinadas em seu espaço ideológico, mas não com quem vive aqui fora. Aliás, isso não se aplica só a ele, mas também aos irmãos e papai. 

Os Bolsonaro gostariam de estar na posição de Bukele, com o Congresso no bolso e o judiciário debaixo da bota. Não estão. Só podem ter inveja. 

E vem aí o paredão de 2022. 

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.