Economia

EDP inaugura, em SP, o 1º eletroposto de recarga ultrarrápida da América do Sul

A EDP inaugurou nesta quarta-feira em São Paulo o primeiro eletroposto público de recarga ultrarrápida da América do Sul, parte de um projeto da empresa de estimular a mobilidade elétrica nas grandes cidades brasileiras. A recarga em postos dessa categoria pode durar cerca de 15 minutos – metade do tempo dos outros pontos de recarga da empresa no País -, e dão autonomia para 100 quilômetros.

Atualmente a recarga não é cobrada e a expectativa é de que haja um valor diferenciado para cada localidade, segundo o chefe de Mobilidade Elétrica na EDP Brasil, Nuno Pinto.

“A Aneel já permite a cobrança desde julho de 2019, mas precisamos desenvolver estudos para ver exatamente os nossos custos. Vai depender do local e também da oferta e demanda”, informou Pinto durante a inauguração do eletroposto no Shopping Serramar, em Caraguatatuba (SP).

O projeto é uma parceria da EDP com Volkswagen, Audi e Porsche, no âmbito do programa P&D Mobilidade elétrica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e marca o primeiro de 30 eletropostos que serão instalados nas principais rodovias de Curitiba a Vitória, passando por São Paulo, Rio de Janeiro e indo até Brasília até 2022, um percurso de 2.500 km.

O investimento é de R$ 33 milhões, ou 66% do total dos projetos de P&D da EDP para o segmento, e tem a parceria com o grupo de estudos do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE/UFRJ) – Gesel, que fará a coordenação dos próximos passos para aprimorar o serviço.

“O setor de transporte sempre foi considerado na transição energética porque é um dos principais setores que emitem gases de efeito estufa”, afirmou em webinar sobre o projeto o coordenador geral do Gesel, Nivalde de Castro.

Ele destacou que o projeto da EDP é o mais relevante dos 35 aprovados pela Aneel no âmbito do P&D Mobilidade Elétrica.

A EDP já possui 46 pontos de recarga no Brasil, e desde que começou o projeto, há dois anos, já foram mais de 2.500 recargas, o suficiente para rodar 200 mil km com energia limpa. “É um projeto inovador, um marco”, afirmou Pinto, que já iniciou a construção de mais 10 postos.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel