E o Brasil demora a reagir

Enquanto outros países avançam com planos nacionais de vacinação, o governo brasileiro se mostra irresponsável e inoperante e não consegue definir uma estratégia de combate ao coronavírus. Diante da paralisia federal, o governador de São Paulo, João Doria, lançou um programa estadual de imunização que começa dia 25 de janeiro e deve beneficiar 9 milhões de pessoas. Governadores de todo o País cobram uma atitude do Ministério da Saúde e da Anvisa para começar a proteger a população em curto prazo e salvar mais vidas.

O mundo começa a vacinar…

Em vários países com governos e líderes conscientes dos efeitos devastadores da Covid-19 há um esforço concentrado para iniciar a imunização ainda em dezembro ou na primeira quinzena de janeiro. Na Inglaterra, a campanha já começou e 800 mil pessoas receberão a primeira dose da vacina da Pfizer nas próximas semanas. Na Rússia, o governo iniciou a aplicação da Sputnik V. Num cenário tenebroso, com a segunda onda da doença atingindo a Europa e o número de mortos subindo rápido, a chegada de um antídoto contra o coronavírus traz otimismo e segurança para uma população rendida a um micróbio letal.

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.