Sabotagem obscurantista

O presidente Jair Bolsonaro pretende amedrontar a população, tumultuar a mente das pessoas e promover o caos na sociedade. A intenção clara por trás de seus comentários sobre a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de suspender os testes da Coronavac, terça-feira 11, foi sabotar a luta do povo e dos cientistas brasileiros contra a pandemia e interromper um processo virtuoso de desenvolvimento de vacinas que podem diminuir em breve a letalidade do coronavírus e salvar a vida de milhares ou milhões de pessoas. Com sua atitude destrutiva, o presidente demonstrou que torce contra a saúde dos brasileiros e sua perseguição à Coronavac eliminou qualquer dúvida de aparelhamento da Anvisa para atuar em sintonia com seus interesses obscuros e deturpar a pesquisa científica.

Chega de ódio

A vitória de Joe Biden nas eleições americanas causou uma verdadeira onda de choque. Seu triunfo inequívoco, com mais de 5 milhões de votos de diferença e maioria robusta no Colégio Eleitoral, traz uma mensagem poderosa ao mundo e ao Brasil a favor da união e contra a conflagração e a divisão. Com o grande responsável pela polarização fora de cena, já há impactos políticos no mundo e no Brasil. Mandatários que estabelecem esses princípios como instrumento de governo estão fadados ao fracasso. Bolsonaro é um dos maiores derrotados.

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.