É Lula lá, e ditadura pra todo lado. Dá-lhe, PT

É Lula lá, e ditadura pra todo lado. Dá-lhe, PT

Gleisi Hoffmann, apelidada de Coxa – ou Amante – nas planilhas de propina da Odebrecht, e ex-esposa de Paulo Bernardo, ex-ministro petista que surrupiou dinheiro dos aposentados, a presidente nacional do partido saudou a vitória do assassino sanguinário Nicolás Maduro na última ‘eleição’ venezuelana (eleição muito entre aspas!!).

Lula da Silva, o meliante de São Bernardo, líder da quadrilha do petrolão, segundo o MPF, e ex-tudo (ex-presidente, ex-presidiário, ex-corrupto e ex-lavador de dinheiro) declarou certa vez que: ‘na Venezuela há democracia até demais’. Além disso, flanou pelo mundo sorrindo e abraçando os piores ditadores e terroristas do Planeta.

O lulopetismo, líder das esquerdas brasileiras, sempre apoiou o Irã e o regime teocrata que apedreja mulheres infiéis e mata homossexuais. Sempre apoiou também terroristas da esquerda mundial (Cesare Battisti) e grupos igualmente terroristas como Hamas e Hezbollah. Mais: Lula chamou o iraniano Ahmadinejad de amigo e o líbio Gaddafi, de irmão.

Para você que já está enojado e com engulhos atômicos, segue a última dos adoradores de assassinos: em nota oficial, o PT saudou a ‘milésima’ reeleição seguida do autocrata nicaraguense Daniel Ortega (a esposa é vice!!), que simplesmente mandou prender os sete rivais políticos que estavam à sua frente nas pesquisas de intenção de voto:

‘O PT saúda as eleições nicaraguenses deste domingo, 7 de novembro, em grande manifestação popular e democrática deste país irmão. Os resultados que apontam para a reeleição de Daniel Ortega e Rosario Murillo confirmam o apoio da população a um projeto político que tem como objetivo a construção de um país socialmente justo e igualitário.’

Calma, leitor amigo. Não acabou, não. Tem mais! Tome um omeprazol, respire fundo, reze umas três Ave Maria e prossiga, se for capaz:

‘Vitória conquistada apesar das tentativas de desestabilização do governo e do bloqueio internacional contra a Nicarágua, situação que penaliza pobres e necessitados. Esperamos seguir com a FSLN no caminho de construção de uma América Latina e Caribe livres e soberanos, região de paz e democracia social que possa servir de exemplo para o mundo.’

Então, ficamos assim: para Lula e sua grei, as manifestações populares em Cuba são ilegítimas; as eleições na Nicarágua são exemplo para o mundo, e a Venezuela é democrática até demais. E quem não concordar, claro, é neoliberal e/ou fascista. Eis aí a espécie que acusa, com toda razão!, o bolsonarismo de ser a desgraça que é.

Sabem qual é o problema desses caras? Um gambá cheira o outro e não gosta da fedentina.


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais


Sobre o autor

Ricardo Kertzman é blogueiro, colunista e contestador por natureza. Reza a lenda que, ao nascer, antes mesmo de chorar, reclamou do hospital, brigou com o obstetra e discutiu com a mãe. Seu temperamento impulsivo só não é maior que seu imenso bom coração.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.