Esportes

Romário responde Edmundo sobre críticas: ‘É coisa de c…’

Senador disse que havia superado a rivalidade mas não aprovou comentários de comentarista e disse que fará uma publicação nesta quinta-feira

Romário responde Edmundo sobre críticas: ‘É coisa de c…’

Edmundo e Romário jogaram juntos no Fluminense e no Vasco (Foto: AFP / VANDERLEI ALMEIDA)

Após ver a entrevista polêmica do ex-atacante Edmundo, o senador Romário também aproveitou para falar sua visão do afastamento da dupla dos “bad boys”. Em entrevista ao portal UOL, o ex-jogador xingou o comportamento do comentarista e afirmou que preparou uma surpresa para esta quinta-feira.

+ Novo affair de Romário é atleta de futevôlei e tem 28 anos


+ Com reforços, Corinthians triplica aproveitamento como mandante

+ Bolzan garante permanência de Felipão como técnico do Grêmio

“Já estou com 55 anos. Para mim, isso já passou. Foi coisa da idade, e chega uma hora em que é preciso olhar para a frente e esquecer o que passou. Infelizmente, ele continua com esse ciúme bobo. Isso é babaquice. É coisa de c… C…”, afirmou o tetracampeão mundial.

“Quer dizer que eu é que sou egocêntrico, né? O estranho é que eu falo com ele quando o encontro. Ele já foi na minha casa, e a gente já se encontrou na praia, no futevôlei. Vem TBT por aí. Podem se preparar”, completou Romário.

O “TBT” citado por ele foi publicado no Instagram nesta quinta (7). É uma reportagem da época em que Romário e Edmundo brigaram no Vasco. “Já tô com 55 anos e, pra mim, já tá tudo certo e resolvido há muito tempo, mas já que continua com essa babaquice, toma esse tbt”.

Instagram will load in the frontend.



“Romário é muito vaidoso e egocêntrico”

Em entrevista ao podcast ‘Inteligência Ltda.’, Edmundo falou abertamente sobre a relação conturbada com Romário, e revelou bastidores que acirraram a rivalidade entre os atacantes.

“Fui muito amigo dele, mas Romário é muito vaidoso e egocêntrico. Num momento lá atrás, ele foi muito legal para mim. Só que chegando lá na frente, a gente passou a ser concorrente. De tudo, de mulher, de artilharia, de título, de vaga na Seleção… A gente começou a ter conflitos. Se eu chego na praia, se ele não fala comigo, eu também não falo”, disse o ex-atacante.