Esportes

Doria garante que manterá Fórmula 1 em São Paulo

SÃO PAULO, 18 NOV (ANSA) – O governador de São Paulo, João Doria, afirmou neste domingo (17) que está quase tudo certo para que o circuito de Interlagos consiga renovar seu contrato para continuar recebendo o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 pelos próximos 10 anos.   

Segundo o político, uma reunião com Chase Corey, CEO da Liberty Media, está agendada para acontecer em dezembro e ela deverá ser providencial para a renovação do contrato de Interlagos.   

“No que depender de nós, a F1 continua em São Paulo por mais dez anos. Vamos avançar na negociação na primeira semana de dezembro com o Chase e sua equipe para formalizar esse contrato de mais dez anos de F1 em São Paulo”, disse Doria.   

Doria também relembrou os elogios que a pista paulista recebeu dos pilotos da F1, entre eles o hexacampeão Lewis Hamilton, da Mercedes, e o tetracampeão Sebastian Vettel, da Ferrari.   

“Aqui temos tradição, os pilotos gostam da pista, classificam Interlagos como um dos melhores e mais significativos do mundo.   

Viram a manifestação do Hamilton, onde ele manifestou que não gostaria que o GP do Brasil deixasse São Paulo. Não quero entrar em debate com governador Witzel, presidente Bolsonaro e Rio de Janeiro, mas faremos tudo o que for possível”, afirmou o governador.   

Na coletiva de imprensa, que aconteceu antes da corrida, Doria revelou que a prova poderá mudar de nome e passar a se chamar Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1.   

A cidade recebe anualmente o GP do Brasil desde 1990 e recentemente terminou uma reforma no autódromo. O contrato para São Paulo receber a F1 termina na próxima temporada. O Rio de Janeiro, por sua vez, quer voltar a ter a principal categoria do automobilismo mundial. A cidade vem trabalhando na construção de um novo circuito no bairro de Deodoro.(ANSA)