Edição nº2602 08/11 Ver edições anteriores

Doria endurece combate ao crime

PM combate crime nas rodovias de São Paulo (Crédito:Divulgação)
Desde que Joao Doria assumiu, o novo governo de São Paulo intensificou o combate ao crime organizado, não dando trégua aos bandidos. Em quinze dias, a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Estadual já desenvolveram três grandes operações nas ruas das principais cidades do Estado, especialmente a capital paulista, e nas estradas que cortam os 645 municípios paulistas. Nessas operações, o governo paulista utilizou 67 mil policiais militares, um número recorde. Em consequência dessas operações especiais, a polícia abordou 150 mil pessoas e fiscalizou 86 mil veículos. Consequência dessa cruzada contra a violência: 743 pessoas foram presas, das quais 424 em flagrante, entre elas 319 que estavam foragidos da Justiça. A PM recuperou também 195 veículos que haviam sido roubados. Além disso, os policiais submeteram 5,2 mil pessoas ao bafômetros, mas apenas 11 foram presas por embriaguez. Nas operações, houve ainda a apreensão de 92 quilos de drogas e 64 armas ilegais. Segundo o governador João Doria, que tem acompanhado algumas dessa operações na capital, o governo de São Paulo quer sufocar os criminosos. “Comigo será tolerância zero com a violência”, disse o governador.
João Doria, governador de São Paulo, em evento sobre segurança pública (Crédito:Divulgação)
Durante essas operações, a PM conseguiu impedir vários crimes. Na última operação em São Paulo, um casal foi preso em flagrante após roubar passageiros de um ônibus na noite de terça-feira 15, na zona Sul. A abordagem ao coletivo aconteceu na Avenida Teotônio Vilela, depois que o motorista avistou a PM e sinalizou que algo estava errado. O casal tentou fugir, mas foi detido. Foram apreendidos um revólver calibre 38. Os celulares das vítimas foram recuperados. Já na Operação Rodovia Mais Segura, desenvolvida em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, os policiais militares apreenderam um fuzil calibre .556 e prenderam um homem em flagrante, na Praça de Pedágio do Rodoanel. A PM notou que um motorista demonstrou nervosismo ao ver a aproximação da viatura. O suspeito tentou fugir, mas foi detido. A arma estava escondida no porta-malas do carro. Doria explicou que a segurança é a prioridade do seu governo, já que durante a campanha eleitoral havia dito que na sua administração “seria polícia na rua e bandido na cadeia”.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.