ISTOÉ Gente

“Dono da Havan pediu minha cabeça”, diz Rachel Sheherazade sobre saída do SBT

Crédito: Divulgação

A jornalista Rachel Sheherazade afirmou em entrevista ao colunista Léo Dias, do portal Metrópoles, que um dos motivos de sua saída do SBT foi uma declaração do empresário Luciano Hang, donos das lojas Havan, que “pediu a cabeça dela”.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

“Tem muitas coisas, mas a declaração do dono da Havan, que se autodeclara como ‘véio da Havan’. Ele veio a público pedir a minha cabeça. Ele é um dos maiores patrocinadores do SBT e de outras grandes emissoras também. Então, ali eu já sentia alguma coisa”, afirmou a jornalista ao colunista Léo Dias.

Sheherazade ficou nove anos na empresa de Silvio Santos e não teve o contrato renovado. No SBT, ela foi âncora do “SBT Brasil” e ficou conhecida por suas opiniões, que por vezes geraram polêmicas. Nos últimos meses, a apresentadora foi alvo de ameaças de morte, após críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea