Brasil

Dono da Dolly é preso por fraude de R$ 4 bilhões

Laerte Codonho, dono da empresa de refrigerantes Dolly, foi preso na manhã desta quinta-feira (10) em sua casa, na Grande São Paulo, informa o G1. Investigações da polícia apontam que Codonho está envolvido em crimes de fraude fiscal, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Segundo a matéria do G1, o montante desviado no esquema coordenado por Coutinho pode chegar a R$ 4 bilhões.

Codonho teve prisão temporária decretada. Além do executivo, foram detidos o ex-contador de Codonho e um ex-gerente financeiro da Dolly.

Informações da polícia dão conta de que Codonho teria demitido funcionários e os recontratado em outra empresa para fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre outras atividades ilegais.

Dois helicópteros foram apreendidos em São Bernardo do Campo, e pelo menos um carro de luxo, em Cotia.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel