ISTOÉ Gente

Dona do maior bumbum do Brasil diz que está acostumada com olhares, mas reclama da falta de respeito

Crédito: Reprodução/Instagram

Vanessa Ataídes ganhou o noticiário na última semana ao usar suas redes sociais para desabafar sobre um assédio que sofreu. A modelo, dona de um bumbum de 126 cm, já está acostumada com os olhares na rua.

“Não tem quem não olhe. Todo mundo olha. Tem gente que comenta, que cutuca e tem gente que pede para tirar foto. Às vezes eu finjo que não estou vendo, mas eu estou vendo tudo. Eu estou acostumada com a situação, mas dessa vez foi muita falta de respeito”, declarou em conversa com a IstoÉ Gente.


A modelo e jornalista, assídua da academia, diz que sempre gostou do exagero. “Eu sempre gostei muito do exagero, de mulheres grandes, com bundão, peitão. Quando comecei a malhar, vi uma evolução muito rápida e quis cada vez mais. Virou um vício”, contou.

Contudo, quando chegou aos 115 cm de bumbum natural, ela não conseguiu mais evoluir. Vanessa, então, colocou silicone. Não satisfeita com o resultado, realizou seis preenchimentos. “Eu realmente sou viciada”, contou dando risada.

Já dona do ‘maior bumbum do Brasil’, Vanessa tem uma meta clara: chegar aos 130 cm. Porém, ela reconhece que será uma tarefa difícil.

“A medida fica oscilando muito. Eu já cheguei em 127 centímetros, mas teria que ter uma dieta muito regrada, uma rotina de treinos mais regrada e os descansos terão que ser controlados para chegar nesse objetivo”, observou.

Além da dieta controlada, Vanessa também precisa se dedicar à academia. Para que o corpo sustente o peso do silicone posto no bumbum, ela treina os glúteos todos os dias.

Sobre a sua relação com a internet, Vanessa diz que já está acostumada a receber críticas virtuais. “To acostumada a ser criticada nas redes sociais. No início me abalava. Já desejaram a minha morte. As pessoas têm que buscar a felicidade delas e cuidar das próprias vidas. Eu sou extremamente feliz”, pontuou.

“Eu quero mais. Quero bater os 130cm, mas eu to buscando tudo no natural. Com muito treino e muita dieta. Penso em por produto? Penso, mas tenho um pouco de receio. Já preenchi seis vezes e eu acredito que algo possa acontecer comigo limpando a casa, por exemplo”, disse.

Quanto aos médicos, Vanessa diz que eles a apoiam porque sabem que ela gosta. Mas reconhece que provavelmente não fariam com outra pessoa. A modelo já ouviu para “ir com calma” da pessoa que faz os preenchimentos.

“Tem que ser por satisfação pessoal, por você mesma. Não pode querer fazer algo assim para agradar os outros. Eu me cuido e estou atrás desse objetivo”, finalizou.