Economia

Dólar tem leve queda ante real de olho em agenda carregada

Dólar tem leve queda ante real de olho em agenda carregada

Dólar tem leve queda ante real de olho em agenda carregada


Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar oscilava entre estabilidade e queda contra o real na manhã desta terça-feira, com os investidores trabalhando em modo de espera nesta semana de agenda carregada, atentos a eventos como a instalação da CPI da Covid-19 em Brasília e a reunião de política monetária do Federal Reserve.

Às 10:02, o dólar avançava 0,09%, a 5,4539 reais na venda. O dólar futuro negociado na B3 tinha alta de 0,17%, a 5,448 reais.

“Entramos na última semana do mês em clima de espera”, disseram em nota analistas da Genial Investimentos. Eles citaram a possibilidade de alguma cautela entre os investidores numa semana carregada de eventos macroeconômicos.

Entre os destaques citados pela Genial estava a instalação da CPI da Covid nesta terça-feira. Ela deverá ser palco de uma guerra de narrativas sobre a gestão da pandemia e, dada a grande atenção que receberá da opinião pública nos próximos meses, tem potencial para causar estragos à imagem do governo e às pretensões eleitorais do presidente Jair Bolsonaro, avaliaram fontes políticas e especialistas.

Enquanto isso, no exterior, os investidores se preparavam para a reunião de política monetária do Federal Reserve, em meio a expectativas de que o banco central norte-americano vai manter sua posição flexível. Esse cenário, caso se confirme, pode continuar pressionando a divisa norte-americana globalmente, que já perdeu muito terreno no mês de abril em meio ao arrefecimento dos rendimentos dos Treasuries.

“A tendência é de que o Fed não mexa nos juros, e por um bom tempo”, explicou Mauriciano Cavalcante, diretor de câmbio da Ourominas. Segundo ele, esse contexto pode favorecer uma maior tomada de riscos por parte dos investidores internacionais, que vão buscar rendimentos mais altos fora dos Estados Unidos.

Em relação ao Brasil, destacou ele, também há de levar em consideração a perspectiva de aumento da taxa Selic pelo Banco Central após o início de um novo ciclo de aperto monetário. “Isso pode levar a uma entrada de capital que conseguiria, sim, levar o dólar para baixo contra o real.”

O dólar spot fechou a última sessão em queda de 0,87% contra o real, a 5,4488 reais na venda, marcando a oitava sessão de queda das última nove. No mês de abril, até agora, a divisa acumula perdas de quase 3,5%.

Segundo Cavalcante, boa parte dessas perdas veio após algum alívio fiscal decorrente da sanção do Orçamento de 2021 pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Bolsonaro tentou fazer de uma forma que não criasse animosidade com o Congresso; agradou gregos e troianos, por assim dizer”, opinou, acrescentando que o desfecho da novela orçamentária, embora não ideal, ficou dentro das expectativas dos mercados financeiros.

O presidente afirmou na segunda-feira que está tentando solucionar, sem quebrar a regra do teto de gastos, o que chamou de “probleminha” no Orçamento de 2021 sancionado na semana passada.

O Banco Central fará nesta sexta-feira leilão de swap tradicional para rolagem de até 15 mil contratos com vencimento em novembro de 2021 e abril de 2022.

(Edição de Camila Moreira)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3Q0N0-BASEIMAGE

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

Updated