Economia

Dólar reduz queda antes de dado dos EUA

O dólar cai na manhã desta quinta-feira, alinhado a um viés de baixa predominante no exterior, em meio à espera dos dados semanais de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA, que serão divulgados às 9h30.

Lá fora, o euro se fortalece após os dados da balança comercial da Alemanha. Embora as exportações alemãs tenham subido menos do que o esperado em maio (9%, ante expectativa de 13,5%), o resultado representou uma grande virada em relação ao tombo de 24% visto em abril, segundo analistas. A libra segue em alta também frente à moeda americana, beneficiada ainda por uma série de medidas para estimular a economia britânica anunciadas pelo governo ontem.

Às 9h20, o dólar à vista caía 0,32%, a R$ 5,3307. Na mínima, registrou R$ 5,3042. O dólar futuro para agosto recuava 0,13%, a R$ 5,3340, ante mínima a R$ 5,3085 e um viés de alta na abertura, a R$ 5,3470 (máxima).

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

dólar