Economia

Dólar passa a subir com ruídos políticos sobre vacina


O dólar à vista que vinha em baixa desde a abertura inverteu o sinal e subiu à máxima de R$ 5,6284 (+0,27%) há pouco, reagindo a ruídos políticos, após o presidente Jair Bolsonaro desautorizar o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a compra de vacina chinesa, produzida pelo Instituto Butantã, para distribuição pelo ministério, quando houver autorização da Anvisa.

“A briga política entre Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, pega mal e o mercado busca proteção no dólar”, afirma Vanei Nagem, responsável por câmbio da Terra Investimentos. “Nada será despendido agora para comprarmos uma vacina chinesa”, afirmou Bolsonaro.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS

Tópicos

dólar