Economia

Dólar passa a subir com ruídos políticos sobre vacina

O dólar à vista que vinha em baixa desde a abertura inverteu o sinal e subiu à máxima de R$ 5,6284 (+0,27%) há pouco, reagindo a ruídos políticos, após o presidente Jair Bolsonaro desautorizar o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a compra de vacina chinesa, produzida pelo Instituto Butantã, para distribuição pelo ministério, quando houver autorização da Anvisa.

“A briga política entre Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, pega mal e o mercado busca proteção no dólar”, afirma Vanei Nagem, responsável por câmbio da Terra Investimentos. “Nada será despendido agora para comprarmos uma vacina chinesa”, afirmou Bolsonaro.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

dólar