Finanças

Dólar avança no exterior de forma generalizada após dado forte dos EUA

O dólar se fortaleceu em geral nesta segunda-feira, 3, após um dado da indústria dos Estados Unidos reforçar a confiança na economia do país. O pregão foi mais curto no mercado de Treasuries e nas bolsas de Wall Street, por causa do feriado do Dia da Independência americano na terça-feira, 4.

Perto do fechamento em Nova York, o dólar subia a 113,37 ienes e o euro recuava a US$ 1,1360.

O dólar avançou ante o euro, o iene, a libra e várias moedas emergentes e commodities. Os volumes negociados, porém, foram menores, na véspera do feriado nos EUA, disseram analistas.

O Instituto para Gestão de Oferta (ISM, na sigla em inglês) informou que o índice de gerentes de compras (PMI) da indústria dos EUA subiu de 54,9 em maio para 57,8 em junho, acima da previsão de 55,5 dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. A leitura atingiu a máxima desde agosto de 2014.

“O índice do ISM dá mais evidência de que as perspectivas para o setor manufatureiro permanecem brilhantes”, afirmaram analistas da Capital Economics em nota. O dado “aponta para um crescimento muito mais forte”, segundo a consultoria.

Investidores aguardam agora o relatório mensal de empregos dos EUA, na sexta-feira, visto por muitos investidores como a leitura mais precisa da saúde do mercado de trabalho americano. A ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que será divulgada na quarta-feira, também receberá atenção, já que pode dar alguma pista sobre a trajetória futura dos juros no país.

Tópicos

moeda