Esportes

Dodô celebra sequência sem levar gols e vê Santos confiante para clássico

Sem ser vazado há sete partidas, o Santos reagiu na temporada e já sonha com uma classificação à Libertadores através do Campeonato Brasileiro. Se a boa fase deve-se especialmente ao momento defensivo da equipe, o lateral Dodô fez questão de dividir os méritos com todo o elenco.

“Esse feito é importante, nos dá confiança. A gente tem melhorado bastante neste último período. Óbvio que é uma melhora não só da defesa neste aspecto, mas do time todo. Esperamos continuar assim. Sabemos que não vamos ficar sem sofrer gols até o final do campeonato, mas quanto mais pudermos adiar este gol sofrido, melhor será”, declarou nesta quinta-feira em entrevista ao site do clube.

A evolução santista tirou o time da luta contra o rebaixamento e o levou ao oitavo lugar do Brasileirão, com 31 pontos, a dez do Grêmio, que fecha o G6. Além disso, dá confiança ao próprio elenco para os compromissos mais difíceis, como o clássico com o vice-líder São Paulo neste domingo, na Vila Belmiro.

“É importante estar se sentindo assim, confiante. Mas a hora em que a bola rola, nós não ficaremos pensando que estamos sem sofrer gols há sete jogos. Quando o juiz apitar, nossa mente zera e pensamos só no jogo. Estou bem ansioso para a partida”, admitiu Dodô.

O lateral ainda listou os motivos que acredita terem sido fundamentais para a evolução santista. “A nossa comunicação melhorou bastante e este é um dos motivos da nossa melhora. Além disso, a sorte tem colaborado com a gente. Às vezes, tomávamos um chute indefensável de 30 metros e a bola entrava. Nesse momento, a bola bate na trave e vai para fora. Temos que aproveitar essa maré boa e somar o maior número de pontos possíveis.”

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior