Geral

Documentário revela que é proibido dar à luz em Fernando de Noronha

Crédito: Reprodução/Proibido Nascer no Paraíso

O documentário “Proibido Nascer no Paraíso”, que estreou no Globoplay no último sábado (01), mostrou a investigação da diretora Joana Nin, que visitou o arquipélago de Fernando de Noronha e descobriu que é proibido o nascimento de bebês na ilha.

Gravado entre 2017 e 2019, a obra mostra a rotina de três gestantes que são obrigadas a ir para Recife 12 semanas antes de dar à luz.

A ideia construída pela gravação é que as proibições foram estipuladas para evitar que futuras gerações de maranhenses reclamem à terra, deixando o lugar mais voltado para o turismo.

Desde 2004, apenas quatro bebês conseguiram nascer em Fernando de Noronha.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS