O Comitê Olímpico Sérvio confirmou nesta terça-feira que o tenista Novak Djokovic vai disputar os Jogos Olímpicos de Paris-2024. Aos 37 anos, Djokovic passou por uma cirurgia no joelho direito após desistir da disputa de Roland Garros e dizer que esperava voltar às quadras “o mais cedo possível”.

O sérvio estava classificado para disputar as quartas de final do torneio francês, contra o norueguês Cásper Ruud, quando anunciou que não entraria em quadra por problemas físicos. O tenista afirmou que a operação foi bem sucedida.

Será a quinta Olimpíada do recordista de títulos de Grand Slam (24), que nunca conquistou a medalha de ouro. A melhor campanha olímpica de Djokovic foi a medalha de bronze na chave de simples nos Jogos de Pequim-2008.

Outro multicampeão de Grand Slams, o espanhol Rafael Nadal tem três participações olímpicas e duas medalhas de ouro: em simples em Pequim-2008 e em duplas na Rio-2016. Na França, Nadal, aos 38 anos, deve disputar o torneio de duplas ao lado de Carlos Alcaraz, atual campeão de Roland Garros.

O torneio olímpico de tênis começa no dia 27 de julho no mesmo complexo onde é disputado Roland Garros. Não está claro se Djokovic, atual número três do mundo, vai disputar Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, que começa no dia 1º de julho, na grama de Londres.

Com 98 títulos na carreira e 3 Grand Slams no ano passado, Djokovic ainda não conquistou nenhum troféu em 2024. Dusan Lajovic, 56º do mundo, também representará a Sérvia em Paris-2024.