Esportes

Djokovic detém 80% de empresa dinamarquesa de biotecnologia que desenvolve tratamento para Covid-19

Djokovic detém 80% de empresa dinamarquesa de biotecnologia que desenvolve tratamento para Covid-19

Tenista Novak Djokovic

COPENHAGUE (Reuters) – O tenista Novak Djokovic detém uma participação de 80% de uma empresa dinamarquesa de biotecnologia que busca desenvolver um tratamento contra a Covid-19, afirmou o diretor-executivo da empresa à Reuters na quarta-feira. 

O CEO Ivan Loncarevic, que se auto-descreveu como um empreendedor, disse que o investimento foi feito em junho de 2020, mas se recusou a dizer qual seria o valor. 


A QuantBioRes tem cerca de 11 pesquisadores trabalhando na Dinamarca, Austrália e Eslovênia, de acordo com Loncarevic, que ressaltou que eles estão trabalhando no desenvolvimento de um tratamento, e não de uma vacina. 

A empresa desenvolve um peptídeo, que inibe o coronavírus de infectar células humanas, e espera iniciar os estudos clínicos no Reino Unido durante o próximo verão do hemisfério norte, acrescentou. 

Um porta-voz de Djokovic não respondeu de imediato a um pedido por comentários. 

O número um do mundo provocou debates no mundo todo sobre os direitos de pessoas que optam por não receber a vacina após ser deportadas da Austrália na noite de domingo, ficando fora do Aberto de Austrália. 

(Reportagem de Nikolaj Skydsgaard)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0I0UZ-BASEIMAGE