Esportes

Djokovic conquista seu 9º Aberto da Austrália, seu 18º título de Grand Slam


O sérvio Novak Djokovic, número um do mundo, conquistou pela nona vez o título do Aberto da Austrália, estabelecendo um recorde no torneio, ao vencer o russo Daniil Medvedev (4º) em três sets de 7-5, 6-2, 6-2, em menos de duas horas, neste domingo (21) em Melbourne.

Este foi o 18º título de Grand Slam do tenista de 33 anos, que agora está bem perto do recorde de vitórias nas quatro principais competições do circuito (Aberto da Austrália, Wimbledon, Roland Garros e US Open) estabelecido pelo suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal, ambos com 20.

Para erguer pela terceira vez consecutiva o troféu na quadra rápida de Melbourne, Djokovic mostrou ter deixado para trás os problemas físicos na região abdominal que o incomodaram durante todo torneio, e principalmente na partida da terceira rodada contra o americano Taylor Fritz.

“Essas duas semanas foram uma montanha-russa para mim”, reconheceu “Djoko”.

“Quero agradecer a Rod Laver Arena, a história de amor continua”, acrescentou o campeão diante de quase 7.400 espectadores que acompanharam a final na quadra principal da sede da competição.


+ Pastor é processado por orar pela morte de Paulo Gustavo
+ Vídeo: Aluno é flagrado fazendo sexo durante aula da UFSC
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



Medvedev, por sua vez, perde sua segunda final em um Grand Slam após o US Open 2019, e vê chegar ao fim sua série de 20 vitórias seguidas.

“Eu gostaria de ter feito o jogo durar mais e ser mais interessante para vocês, mas hoje não foi o dia”, reconheceu Medvedev, ao falar para o público.

Com esta vitória, Djokovic segue como líder do ranking da ATP, enquanto o russo passará a ocupar, a partir desta segunda-feira, com a atualização da lista dos melhores do mundo, a terceira colocação. Ele entra pela primeira vez no Top 3 da categoria, atrás apenas de Nadal (2º).

O sérvio e o espanhol conquistaram juntos dez dos últimos 11 títulos do Grand Slam (desde Roland Garros 2018). Apenas o austríaco Dominic Thiem, no US Open 2020, conseguiu interromper essa série.

– Medvedev quebra raquete –

Djokovic entrou confortável para disputar sua terceira final seguida em Melbourne, e isso ficou claro logo no início do duelo, mostrando-se agressivo no próprio serviço.

Medvedev não se intimidou diante do número um e mostrou estar atento nas devoluções, conseguindo fazer um 3/3 no quinto game.

Com os dois tenistas muito bem nos serviços, o sérvio aproveitou um erro não forçado para fechar o set em 7/5. Na etapa seguinte, coube ao russo quebrar o saque do adversário, que se recuperou de imediato, atuando muito bem em seguida nas devoluções.

Medvedev ainda teve a chance de levar o set no sétimo game, mas Djokovic conseguiu a virada no placar, irritando o oponente, que quebrou a raquete. Diante do nervosismo do adversário, o número um voltou a crescer em quadra e levou o segundo set.

Na etapa seguinte, o tenista russo chegou a ameaçar o que parecia se tornar uma vitória tranquila para o sérvio, obtendo dois break points. Mas a tarde era de Djokovic, que mostrou toda sua categoria para fechar a conquista do nono título no Aberto da Austrália com direito a um smash.

ig-es/iga/lc/tt

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Gabriel Medina torna-se alvo de sites de fofoca
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS

Tópicos

2021 ATP AUS tênis