Dizendo-se desiludida, Janaína Pascoal desanca a família Bolsonaro

Crédito: Divulgação

(Crédito: Divulgação)


A deputada Janaína Pascoal (PSL) se diz desiludida. Aproveitou uma sessão na assembleia paulista para desancar os Bolsonaros. O que mais apanhou foi o deputado Eduardo.

Disse que o presidente fala que o orçamento impositivo é golpe contra o governo, mas seu filho foi um dos que incentivou o voto pelo orçamento sob controle do Congresso.

E que agora, no meio da confusão entre Executivo e Legislativo pelo veto de Bolsonaro ao orçamento impositivo, Eduardo se refugiou em Washington para a conferência dos conservadores americanos.

Fugiu, como sempre, diz ela. Nos EUA, o 03 está mais preocupado com a reeleição de Trump do que ajudar o pai a sair da enrascada no Congresso.


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.