Economia

Dívida da zona do euro aumenta em 2020 com gastos na pandemia

Dívida da zona do euro aumenta em 2020 com gastos na pandemia

Dívida da zona do euro aumenta em 2020 com gastos na pandemia


BRUXELAS (Reuters) – A dívida da zona do euro aumentou no ano passado, à medida que os governos tomaram empréstimos pesados para manter suas economias ativas durante os lockdowns na pandemia, com países já endividados aumentando o número da dívida, mostraram dados do escritório de estatísticas da União Europeia (UE).

O Eurostat informou que a dívida agregada do governo nos 19 países que fazem parte da zona do euro saltou de 1,24 trilhão de euros para 11,1 trilhões, ou de 83,9% do seu Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 para 98% no ano passado, enquanto o déficit passou de 0,6% para 7,2% do PIB.

A Grécia, que já luta com uma montanha de dívidas após a crise da dívida soberana, viu seus empréstimos aumentarem 25 pontos percentuais no ano passado, elevando suas dívidas para 341 bilhões de euros, ou 205,6% do PIB – a maior da Europa comparado com o tamanho da economia.

A Itália tinha a segunda maior relação dívida/PIB com 155,8%, um aumento de 21,2 pontos em relação a 2019, era o país mais endividado da Europa em termos absolutos com uma dívida de 2,57 trilhões de euros.

A Estônia, relativamente recém-chegada à moeda única, e a Bulgária – uma esperança do euro – estavam entre os melhores desempenhos, com uma relação dívida/PIB de apenas 18,2% para a Estônia e 25% para a Bulgária.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



A Alemanha, maior economia da zona do euro, viu sua dívida aumentar 10 pontos percentuais, para 69,8% do PIB, e a segunda maior, a França, registrou um aumento de 18 pontos, para 115,7% do seu PIB.

As regras da UE, agora suspensas pela pandemia, estipulam que os governos devem se esforçar para não ter uma dívida pública superior a 60% do seu PIB.

(Por Jan Strupczewski)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3L0R9-BASEIMAGE

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS