ISTOÉ Gente

Disputa entre Neymar e médico que fez parto de Davi Lucca ganha novo capítulo

Crédito: Reprodução/Instagram

No mês passado, Neymar e Carol Dantas, pais de Davi Lucca, passaram a ser processados por Herbert Kramer, médico responsável pelo parto do garoto e pelo pré-natal da mãe. Kramer afirma que o jogador não quitou as dívidas pelo procedimento e entrou com a ação para receber o dinheiro.

A história ganhou um novo capítulo nesta quarta-feira (30). De acordo com informações do ‘Blog do Perrone’, do UOL, Herbert Kramer pediu à Justiça a nomeação de um perito para ajudar a definir o valor de sua remuneração.

O pedido foi feito em ação de execução da sentença, após a Justiça determinar que ele realmente tem dinheiro a receber. A definição da quantia, no entanto, ficou para a liquidação em arbitramento, fase do processo na qual se calcula o montante do débito.

Segundo Perrone, o valor inicial da ação era de R$ 51 mil, mas levava em conta também honorários de outros dois profissionais que trabalhavam com Kramer e que já tiveram os pagamentos definidos judicialmente. Durante o processo, a defesa de Carol Dantas argumentou que o preço acertado para o parto do seu segundo filho, que nasceu há poucos meses, foi de R$ 15 mil. A informação foi usada para sustentar a tese de que o médico cobra um valor exagerado na ação.

Kramer, por sua vez, rebate afirmando que os valores cobrados levam em conta fatores específicos, como a permanência por três dias em São Paulo, tendo que deixar o seu consultório em Santos fechado.

A assessoria de Neymar foi procurada pelo UOL para comentar sobre o assunto, e afirmou que não irá se manifestar sobre esse caso. Carol Dantas não foi localizada para dar sua versão do episódio.