Esportes

Diretor técnico da Williams Paddy Lowe deixa a escuderia

O diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, “deixou a empresa por razões pessoais”, anunciou sem dar mais detalhes a escuderia britânica da Fórmula 1 nesta quinta-feira, a dez dias do início da temporada de 2019.

Última do campeonato no ano passado, prejudicada por um carro muito difícil de pilotar, a Williams atravessa uma pré-temporada também complicada.

Em fevereiro não participou nos dois primeiros dias de treinos ao não ter finalizado seu carro no prazo previsto. Depois fez o segundo pior tempo desta série de treinos, a quase dois segundos da Ferrari e da Mercedes.

A Williams tenta desde o ano passado reestruturar seu departamento técnico, depois das saídas do chefe de aerodinâmica Dirk de Beer, do projetista Ed Wood e do chefe de engenharia e rendimento Rob Smedley.

Lowe, que passou pela McLaren e Mercedes, chegou à Williams em março de 2017, tornando-se acionista.

pel/dep/pm/gh/aam

Veja também

+ Por falta de provas, Justiça nega pedido da defesa da ex-mulher do atacante Dudu
+ Namoro de Angela Ro Ro chega ao fim e ela desabafa: “Fui traída e usada”
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior