ISTOÉ Gente

Diretor assistente de ‘Rust’ confessa que deveria ter verificado arma usada por Alec Baldwin

Crédito: Reprodução/Instagram

Após Alec Baldwin ter matado acidentalmente Halyna Hutchins, diretora de fotografia do filme “Rust“, as autoridades estão em busca de entender o que aconteceu para a arma usada pelo ator estar carregada no set de filmagens. No mandado de busca obtido pelo TMZ, Hannah Gutierrez-Reed, armeira chefe, disse que verificou a munição no dia do acidente e que nunca houve rodadas de tiro ao vivo no set.

+ Irmã de Paulo Gustavo celebra Dia do Humor no aniversário do ator: ‘Merece todas as homenagens’
+ Tartaruga empalada revela dado novo sobre o dia em que os dinossauros morreram
+ ‘Olho no espelho e gosto de mim’, diz modelo que teve 88% do corpo queimado
+ Ultimate Camper: conheça o trailer para viagens completo no estilo vintage


Apesar de afirmar que a arma estava trancada em um cofre durante o almoço que que ninguém parecia ter mexido nela, Hannah confessou que algumas pessoas além dela tinham acesso ao local em que o armamento estava guardado. De acordo com David Halls, diretor assistente do longa, a arma deveria ter sido verificada por ele mais uma vez antes de ser entregue a Alec Baldwin. O profissional não se lembra se Hannah girou o tambor antes de entregar o objeto a ele.

Essas informações mostram que existiam lapsos de segurança no set de “Rust”, como quando Halls inspecionou a câmara e afirmou que tinham 4 carcaças de manequim com orifício especial na lateral e uma sem orifício, o que aponta que havia uma munição real na arma. A polícia quer conversar com Alec e com a produção mais uma vez para decidir se arquiva o caso ou se continuam as investigações para descobrir como uma bala real foi parar ali.