Mundo

Direita nacionalista vence eleições no Chipre do Norte

Direita nacionalista vence eleições no Chipre do Norte

Presidente da "República Turca do Norte do Chipre" (RTNC), Ersin Tatar, deposita seu voto nas eleições, em Nicósia, em 23 de janeiro de 2022 - AFP

O partido nacionalista de direita UBP venceu as eleições legislativas antecipadas na República Turca do Chipre do Norte (RTCN), a qual é reconhecida apenas por Ancara – informam os resultados oficiais provisórios divulgados na segunda-feira (24).

Após a votação, o Partido de Unidade Nacional do presidente turco-cipriota, Ersin Tatar, obteve 39,54% dos votos e reforçou sua presença no parlamento da RTCN, com 24 das 50 cadeiras. Assim como em 2018, porém, o UBP pró-turco terá de formar uma coalizão para governar.


O Partido Republicano Turco (CTP, à esquerda) ficou em segundo lugar com 32,04% dos votos e conquistou 18 assentos, segundo a Comissão Eleitoral Suprema (YSK).

“Primeiro, vamos consertar a economia. Essa será nossa primeira missão”, disse o secretário-geral do UBP e atual primeiro-ministro do RTCN, Faiz Sucuoglu, na noite de domingo.

As eleições foram dominadas pela crise econômica que atinge esta autoproclamada república, fortemente dependente da Turquia.

A queda da lira turca, que perdeu 44% de seu valor em relação ao dólar em 2021, provocou uma inflação superior a 46% interanual em dezembro.

Desde que o Exército turco invadiu um terço do território em 1974, a ilha foi dividida em duas, com a autoproclamada RTCN ao norte, e a República de Chipre, país-membro da União Europeia, ao sul.