Cultura

Dior antecipa desfile que coincidiria com protesto dos ‘coletes amarelos’

Dior antecipa desfile que coincidiria com protesto dos ‘coletes amarelos’

(Arquivo) Funcionários consertam vidro de loja da Dior na Avenida Champs-Élysées após manifestação dos "coletes amarelos", em Paris, em 25 de novembro de 2018 - AFP/Arquivos

A Dior anunciou nesta sexta-feira que antecipará em um dia seu próximo desfile em Paris, previsto inicialmente para 19 de janeiro, um sábado, dia de manifestações dos “coletes amarelos” na França.

O evento, programado no marco da Semana de Moda Masculina, “foi adiantado para o dia 18 (janeiro), às 18h00”, declarou à AFP Albane Poussou-Frey, porta-voz da Dior.

No entanto, a empresa de luxo disse que “não pode comunicar as razões” desta decisão e se recusou a revelar por agora o local onde o desfile será realizado.

A mobilização dos “coletes amarelos” contra as políticas do presidente Emmanuel Macron tem sido acompanhada de violentos protestos. Várias lojas de luxo localizadas perto dos Champs-Elysées, em Paris, foram alvo dos manifestantes.

A porta-voz da Dior se recusou a informar os danos sofridos.

A Semana de Moda Masculina acontecerá entre 15 e 20 de janeiro, seguida de desfiles de moda, até o dia 24. Alguns deles acontecerão perto da avenida Champs-Elysées.

A Federação Francesa de Alta Costura e Moda, que organiza o evento, limitou-se a dizer que trabalha “com as empresas e as autoridades para que os passes sejam realizados nas melhores condições”.