Brasil

Dilma diz para PF que “nunca ouviu falar” de conta aberta no exterior por Joesley

Crédito: AFP

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) disse à Polícia Federal que “nunca ouviu falar” de conta aberta no exterior pelo empresário Joesley Batista e negou que tenha comprado apoio político de senadores pelo grupo J&F, conforme relatado em delação premiada pelo empresário. As informações são do jornal O Globo.

A ex-presidente disse ainda que “não determinou a abertura de contas bancárias e jamais teve conversas relacionadas a esse tema”. Dilma foi ouvida por um delegado da PF como parte da Operação Alaska. Ela foi deflagrada em novembro de 2019 e chegou a pedir a prisão da petista, que foi negada pelo ministro Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal (STF).

Joesley disse em delação premiada que  acertou a abertura de contas no exterior com o então ministro da Fazenda Guido Mantega para depositar valores de propina destinados ao ex-presidente Lula e à ex-presidente Dilma, referentes a recursos oferecidos pelo BNDES para a  JBS.

 

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Nua, Cleo Pires exibe tatuagens em novos cliques
+ Nova Honda CG 160 2022, veja as novidades, preço e ficha técnica
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago