Esportes

Digão elogia protesto antes do jogo e avisa sobre final: ‘Quando se trata de Fla-Flu não tem favorito’

Zagueiro substituiu o suspenso Matheus Ferraz na semifinal contra o Botafogo e chegou aos 170 jogos com a camisa do Fluminense

Digão elogia protesto antes do jogo e avisa sobre final: ‘Quando se trata de Fla-Flu não tem favorito’

Mesmo com um empate, o Fluminense se classificou para a decisão da Taça Rio na próxima quarta-feira, contra o Flamengo. Titular na vaga de Matheus Ferraz, suspenso, o zagueiro Digão já começou a projetar o confronto. Além da parte física, já que o Rubro-Negro voltou aos treinos antes de qualquer outro time, o elenco do rival é atualmente um dos melhores do país. Mesmo assim, o jogador acredita no título tricolor.

– Óbvio que será um jogo muito difícil, mas quando se trata de Fla-Flu não tem favorito. Eles têm uma equipe muito qualificada, ninguém é bobo para achar que será fácil. Mas se trata de um Fla-Flu, a história já diz. Não tem nada garantido que o Flamengo vai ganhar. Está aberto, espero que quem jogar melhor saia vencedor e que o Fluminense levante esse caneco – analisou.

Antes da bola rolar, jogadores das duas equipes entraram em campo com uma faixa dizendo “respeitem nossa história”. O protesto é por conta da retomada do futebol no Rio de Janeiro, além das polêmicas com a Ferj nas últimas semanas. Fluminense e Botafogo foram aliados o tempo todo contra a retomada em meio à pandemia do novo coronavírus.

– Foi bacana o respeito pelas vidas que estão indo embora. Vai muito além do futebol, temos que colocar em primeiro lugar a vida das pessoas, respeitar cada um, cada família. Infelizmente o futebol voltou, temos que jogar. O Botafogo estava junto com o Fluminense. Mas manda quem pode, temos que obedecer. Estamos aqui para vestir a camisa do Fluminense e ganhar títulos, que é o mais importante – disse o zagueiro.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Ao entrar em campo neste domingo, Digão completou 170 jogos com a camisa do Fluminense. Ele é revelado pelo clube, saiu em 2013 e retornou em 2018 por empréstimo. Neste ano, o jogador assinou em definitivo com o tricolor.

– Sentimento de orgulho vestir essa camisa e completar um número tão significativo para mim. Feliz pela marca e ainda mais pela classificação. Mas não tem nada garantido. Diante de um adversário difícil na quarta-feira, esperamos levantar essa taça que o Fluminense está merecendo – afirmou.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?