ISTOÉ Gente

Digão, do Raimundos, diz que votará em Bolsonaro, mas nega ser bolsonarista

Crédito: Reprodução/Instagram

Digão, do Raimundos, diz que votará em Bolsonaro, mas nega ser bolsonarista (Crédito: Reprodução/Instagram)


Digão, vocalista da banda Raimundos, não tem papas na língua ao falar sobre suas opiniões políticas. Em conversa com o Uol, o artista afirmou que não se identifica com nenhuma ideologia política, por mais que não meça esforços para se colocar contra a esquerda.

“Eu não sou bolsonarista, não sou de esquerda, não sou porra nenhuma. Eu sou Digão, roqueiro, sou pai de família e eu sei o que eu não quero para o meu país. Mas o que eu quero infelizmente não existe. Para mim, não existe vitória para o povo na política”, disse.

Mesmo dizendo não ser apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), o vocalista do Raimundos não se coloca contra as atitudes do atual governo, pois seus posicionamentos seguem sempre contrários aos representantes da esquerda, menos quando o assunto é legalização da maconha, algo que ele se diz “totalmente a favor”, mesmo confessando que não fuma há 18 anos.

Digão se enxerga como um “contraponto” a todos os que apoiam o pré-candidato à presidência nas eleições de 2022. “Tico [Santa Cruz], João Gordo, são eles que defendem essa cartilha que rock é de esquerda. O João Gordo declarou que vai votar no Lula mesmo e foda-se. Eles não têm envergadura moral para falar de mim, até porque se eles querem xingar o Bolsonaro, o problema deles e do Bolsonaro. Não é meu. Eu não estou nem aí para eles.”