Economia

Diesel e gasolina fecham semestre em queda, diz MME; GLP 13 kg sobe 15,3%

Todos os derivados de petróleo fecharam o primeiro semestre em queda, com exceção do gás de cozinha, segundo o Boletim Semanal do Ministério de Minas e Energia (MME). A maior queda continua sendo registrada pelo querosene de aviação (QAV), de 75,1%, acumulada nos primeiros seis meses do ano, refletindo a crise do setor.

O diesel, que ensaiou recuperação até o dia 27 de junho, fechou o semestre em queda de 2,4%, abaixo da gasolina (-7,6%) e do etanol (-23,4%). Já o Gás Liquefeito de Petróleo 13 Kg (gás de cozinha), subiu 15,3%, enquanto o volume de GLP a granel vendido para as indústrias caiu 3,2%.

Segundo o MME, o fator de utilização das refinarias da Petrobras também foi reduzido no final do primeiro semestre, saindo de um pico 75,2% atingido no dia 29 de junho para 72,6% na primeira semana de julho.

O MME informou ainda, que já foram 15 os óbitos nas empresas ligadas ao ministério por causa do novo coronavírus, com 1.801 casos recuperados e 372 pessoas ainda em quarentena, com 14 hospitalizados.

Pela primeira vez, a Petrobras informou que teve 3 óbitos entre seus funcionários próprios, de 1.523 que foram infectados pelo covid-19 , e que 212 estão em quarentena, e 8 hospitalizados.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?