Esportes

Diaa Sabia se torna o primeiro jogador israelense a jogar em uma liga árabe

Diaa Sabia se tornou o primeiro jogador israelense de futebol a disputar um campeonato árabe após assinar por dois anos com o Club Al Nasr, de Dubai, no domingo, como parte da normalização das relações entre os Emirados Árabes Unidos e Israel.

“Bem-vindo Diaa Sabia à cidadela azul”, escreveu o clube em seu perfil no Twitter no domingo para anunciar a contratação do meia de 27 anos do clube chinês Guangzhou R&F.

Em um comunicado, o Al Nasr confirmou a transferência com uma foto do jogador vestindo uma camisa com o número 9 e rodeado por membros da comissão técnica do clube.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

O Al Nasr não especificou o valor da transferência, mas segundo informações da imprensa seria de cerca de três milhões de dólares (2,5 milhões de euros).

Os Emirados Árabes Unidos e Israel assinaram um acordo para normalizar suas relações no dia 15 de setembro, durante uma cerimônia na Casa Branca em que o Bahrein assinou um acordo semelhante com o estado judeu.

A mídia israelense informou recentemente que um empresário dos Emirados, que não foi identificado, demonstrou interesse em investir no clube israelense Beitar, de Jerusalém.

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

O clube é conhecido por seus laços com a extrema direita de seu país e nunca contou com um jogador árabe. Em várias ocasiões, ele recebeu multas por gritos racistas de seus torcedores, como “morte aos árabes”.

De origem palestina, Diaa Sabia nasceu na cidade árabe de Majd al-Krum, no norte de Israel. Antes de se transferir para o Maccabi Tel Aviv em 2012, ele jogou nas categorias de base do Beitar Nes Tubruk.

Negociado com o Maccabi Petah Tikva e depois com o Maccabi Netanya, o Hapoel Beer Sheva o contratou em setembro de 2018 em troca de 2 milhões de euros (2,3 milhões de dólares).

Diaa Sabia marcou 50 gols em 111 jogos em diferentes competições, incluindo 24 gols na temporada 2018, antes de ser convocado pela seleção nacional.

Ele sofreu uma lesão grave na perna esquerda, mas continuou jogando por três meses no Hapoel Beer-Sheva antes de receber uma proposta do clube chinês. Sua transferência para a Guangzhou R&F em janeiro de 2019 totalizou 4,4 milhões de euros (5,1 milhões de dólares).

bur/dm/mh/smr/gh/aam

Twitter

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou
+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea