Comportamento

‘Dia dos Pais’: Conheça histórias de pais e filhos que enfrentam a rotina de trabalho juntos

Crédito: Divulgação

Seja para inspirar ou dar um novo sentido a carreira profissional, no Dia dos Pais, o que não falta são relatos que estar juntos no trabalho também pode dar muito certo.

Criar negócios e abrir empresas entre parentes é algo bem comum aos brasileiros, como aponta o relatório sobre empreendedorismo realizado pela MindMiners e encomendado pelo PayPal. Entre os empresários que têm sócios, 51% são familiares, incluindo pais e filhos. No mês em que se celebra o Dia dos Pais, conheça sete histórias de patriarcas e filhos que encaram juntos a rotina de trabalho.

O sonho de construir uma empresa de estofados do zero, num galpão de 250m² e mais quatro funcionários em 1989 veio com o Claudinei dos Anjos, mas quem trouxe um novo dinamismo e favoreceu a expansão por meio do franchising num ritmo acelerado foi o filho, Leonardo dos Anjos. Desde os 16 anos envolvido no negócio, Leonardo passou por todos os setores até chegar ao posto de diretor de franquias em 2020, quando, sob sua atuação, vendeu cerca de 100 operações da rede Anjos Colchões & Sofás, alçando-a, num período de pouco mais de um ano, a mais de 130 lojas abertas em 14 estados brasileiros e cinco no Paraguai. Com um leque de produtos que inclui colchões e estofados, a franquia atrai empreendedores que são atentos e rigorosos com o design diferenciado e atraente das lojas.

Depois de mais de três décadas trabalhando em um banco do setor privado e aposentado, Enio Bueno decidiu encarar o desafio de empreender ao lado do filho, Jorge Henrique Bueno, de 20 anos. Em fevereiro de 2020, os dois passaram a operar uma unidade da rede de cuidadores de pessoas Home Angels. “Acredito muito no potencial dos jovens e quando eu estava nessa situação, não tive a oportunidade de empreender com alguém tão próximo. Nós dois sempre nos demos muito bem e a sociedade nos negócios aproximou a gente ainda mais”, conta o pai. Ele também relatou sobre como é empreender em família. “O desafio é estar aberto às ideias, ouvi-las com atenção e tomar as decisões em conjunto. As vantagens são muitas, destaco o entrosamento natural e a oportunidade de falar sobre o futuro dele de maneira tangível”, conclui Bueno.

A Park Education, rede especializada em idiomas e cursos livres, foi a escolha de pai e filho, Allysson Malta e Allysson Malta Jr, para empreenderem juntos. Franqueados deste 2018, os dois se complementam à frente do negócio. “Somos parceiros nas conquistas e dificuldades, ele é mais coração, já eu sou mais a organização e razão”, conta o pai. Para aqueles que pensam em empreender com os filhos, Malta aconselha: “paciência e persistência são essenciais no negócio, além de pés nos chão e responsabilidade com custos e objetivos. A dica é aproveitar a troca de experiência com seu filho, pois é extremamente prazeroso trabalhar em família”, relata o pai.

O franqueado da rede higienização e blindagem de estofados, Sofá Novo de Novo, João Luiz Izepon, viu no empreendedorismo uma forma de passar na prática ensinamentos sobre o campo profissional ao filho, Gustavo Izepon, de 16 anos. “Meu filho estava procurando emprego, então unimos o útil ao agradável: ele me ajuda e recebe seu salário, obtendo assim sua independência e aprendendo a fazer suas escolhas, assim como gerenciar seu próprio dinheiro”, conta o pai orgulhoso. João Luiz também relata as vantagens do trabalho em família. “No meu caso foi muito benéfico, pois posso ensinar na prática, no aspecto profissional, todos os valores de ética e respeito, além de que devemos sempre entregar um serviço de qualidade, independente do dia ou do cliente que está atendendo”.

Mais do que o nome, Epaminondas Oliveira Santos Júnior herdou de seu pai a veia empreendedora e o empenho por trabalhar naquilo que gosta. Ambos se tornaram franqueados da Casa de Bolos, rede de franquias pioneira no segmento de bolos caseiros. Atualmente com quatro lojas, sendo duas em Matão e duas em Araraquara, no interior paulista, Junior conta que, em um passeio com o pai pela cidade de Ribeirão Preto, decidiram comprar um bolo e conheceram a franquia. “Olhamos juntos o formato da loja e todos os produtos oferecidos e pensamos: será que não daria certo uma loja dessa em Matão? Foi então que, em 2012, abrimos nossa primeira unidade”, relata. Segundo o filho, a principal vantagem de trabalhar com o pai é que ambos conhecem os pontos fortes e as fragilidades de cada um e sabem separar e dividir as tarefas, não deixando que assuntos familiares interfiram na relação do negócio.

Jaime Monteiro, pai de Matheus e Lucas Monteiro, destaca a importância de se empreender em família. “É uma questão de legado, em todos os meus projetos minha família é minha base e prioridade, sempre busco a excelência em tudo que faço por eles e acredito que isso gere o interesse e vontade de construir nossos sonhos e projetos juntos”. Há seis anos como franqueado da maior rede de clínicas odontológicas do mundo, OdontoCompany, o empresário aconselha outros pais que pretendem empreender ao lado dos filhos. “Se enxergar no herdeiro o potencial e vontade de empreender, invista nele, traga ele para perto de você, estimule-o, seja uma inspiração para que ele te veja como referência, afinal, se você for um bom empreendedor, certamente ele será ainda melhor”, conclui Jaime.

Milton de Sousa resolveu empreender depois de deixar o cargo de diretor em uma empresa estrangeira. “Fiz um pequeno curso, fui a uma feira de franquias e escolhi a Doctor Feet, rede de podologia. Minha filha Daniela é advogada e estava chateada com a profissão, então veio trabalhar comigo e hoje é meu braço direito”, conta. Para eles, separar questões familiares e profissionais requer atenção e treino. “Nós dois temos um perfil bem racional, então temos facilidade em separar os assuntos. Ele é bem mais ponderado do que eu nas tomadas de decisões e eu o admiro muito”, finaliza Daniela Xavier e Sousa.

Antônio Carlos de Paula Júnior e o filho André Mariano de Paula também são grandes parceiros de negócios. Pai e filho administram três unidades do Pello Menos, rede de depilação especializada em laser e cera. “A vantagem de trabalhar com meu pai é que dividimos todas as tarefas, não temos problemas pois ele é bem parceiro”, conta André Mariano. Para Júnior, buscar aprender sempre é a melhor qualidade do filho. “A gente se ajuda. Fico tranquilo em saber que, quando não estiver mais aqui, ele fará a minha sucessão na empresa”, declara.

Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio

Tópicos

Dia dos Pais