O Dia

Dia da Consciência Negra: eventos no estado celebram e marcam a importância da data

Confira a programação e divirta-se

Rio – O feriado da Consciência Negra, comemorado hoje em homenagem a Zumbi, último dos líderes do Quilombo dos Palmares, o maior dos quilombos do período colonial, será celebrado em diferentes partes do Estado do Rio de Janeiro. Zumbi morreu enquanto defendia a sua comunidade, no interior de Alagoas, na Região Nordeste, e lutava pelos direitos do seu povo, que fugia da escravidão dos colonos portugueses.

Os eventos que valorizam a cultura afro-brasileira contarão com música, atos de política, de religião, feiras de artesanato, rodas de leituras, contação de histórias e gastronomia, como as tradicionais feijoadas. Todos estão ligados à cultura negra. O público terá acesso gratuito na maioria deles. Como em Niterói, com shows da Velha Guarda da Mangueira e de Mart’nália, que desde muito pequena acompanhava o pai, Martinho da Vila, nas rodas de samba de Vila Isabel. Foi assim que a cantora se apaixonou pela música e se aproximou do mundo do samba, aprendeu a sambar, cantar, tocar violão e pandeiro.

Além das comemorações culturais, o dia será marcado por debates sobre a importância do povo e da cultura africana para a História do Brasil e a identidade de toda a população desde a época colonial. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população negra e parda é de 51% no país (dados de 2010). Confira a programação e divirta-se!

Niterói

A cantora Mart’nália e a Velha Guarda da Mangueira vão marcar presença no 11º Viva Zumbi Niterói, que acontecerá, a partir das 10h, na Praça da Cantareira, em São Domingos. O evento ainda vai contar com a Feira Baobá, com tenda de acarajé, roda de capoeira, feijoada (às 13h), debates, lavagem da estátua de Zumbi, feira de artesanato, comidas típicas e exposição de fotografia. A festa se encerra, a partir das 17h, com os dois shows. A entrada é livre e gratuita.

Biblioteca Parque e Campo de Santana

A terceira edição da LER — Salão Carioca do Livro — terá programação voltada para o debate sobre a representatividade da cultura afro-brasileira na Biblioteca Parque Estadual e no Campo de Santana, no Centro. O público poderá conferir, às 19h30, uma conversa entre a jornalista Flávia Oliveira, a historiadora Giovana Xavier e Luana Genot, mestra em Relações Étnico-Raciais.
Baixada
Promover uma reflexão sobre a importância do povo e da cultura africana no Brasil e combater o racismo serão os pilares da programação do ‘Novembro da Consciência Negra’, em Queimados, na Baixada Fluminense. A programação contará com atividades como rodas de capoeira, apresentações culturais e palestras. A abertura acontecerá com a Roda de Oxalá, às 9h, na Praça dos Eucaliptos, e a Missa Afro, às 10h, na Igreja de São Francisco de Assis.
São Cristóvão
O feriado pelo Dia da Consciência Negra será de festa na quadra da Paraíso do Tuiuti. A partir das 13h, a sede da agremiação, em São Cristóvão, na Zona Norte, realiza uma feijoada para marcar a importância da data no reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira. O evento terá apresentação de grupos de pagode, samba, samba de roda e jongo. A entrada é franca, com prato da feijoada a R$ 10.
Madureira
A Galeria da Velha Guarda da Portela promoverá sua festa anual, a partir das 13h, no Portelão, com entrada franca. O evento, que faz parte do calendário oficial da Associação da Velha Guarda das Escolas de Samba, vai contar com a presença de diversas agremiações. Após o baile, o público acompanhará o cerimonial do Encontro de Bandeiras, às 18h. A quadra da Portela fica na Rua Clara Nunes, 81, em Madureira.
Gamboa
O Instituto da Cultura e da História Afro-Brasileira promoverá diversas atividades neste feriado. O evento conta com a participação de vários artistas da região conhecida como Pequena África carioca, como a banda Dizaê (foto). A programação de hoje começa às 13h com muito samba e feijoada. As atividades acontecem na sede do instituto, na Rua Pedro Ernesto 80, na Gamboa. A entrada é franca.
Barra da Tijuca
O Consórcio BRT Rio realiza, nesta sexta-feira, dia 22, o evento gratuito ‘Racismo é crime! Saiba como se defender’, no Terminal Alvorada. A partir das 16h, os passageiros poderão assistir a um debate com a delegada Giselle do Espírito Santo e a advogada Valéria Santos. O público também verá a apresentação do Slam Ataque Poético. O trio que fará a intervenção é de um coletivo chamado Poetas Favelados.
O que abre e fecha neste feriado

 
– Metrô
 
O sistema funciona em esquema especial de feriado, das 7h às 23h. A transferência entre as linhas 1 e 2 deve ser feita na estação Estácio.

 
– Barcas
 
A concessionária opera com a grade de domingos e feriados, disponível em www.grupoccr.com.br/barcas/linhas-horarios-tarifas. As linhas Charitas e Cocotá não funcionam. Viagens na linha Arariboia acontecem de hora em hora.

 
– Trens

 
O serviço funciona entre 4h35 e 21h45, de acordo com a grade de domingos e feriados para cada ramal. Ao longo do dia serão oferecidas viagens extras nos ramais Japeri e Santa Cruz.

 
– BRT

 
Serviços expressos do corredor Transcarioca Galeão-Alvorada (Semidireto) e Penha-Alvorada; serviços expressos do corredor Transoeste Santa Cruz-Alvorada e Pingo d’Água-Alvorada; e os paradores funcionam nos horários habituais. Para conferir linhas e locais de embarque e desembarque: http://brt.rio/.

– Shoppings
 
A maioria dos shoppings seguirão os seguintes horários: funcionamento de lojas das 13h às 21h; restaurantes e praça de alimentação das 12h às 22h; cinemas de acordo com a programação de cada sala.

 
– Caixa Econômica
 
As agências do banco no estado não abrem, mas os clientes podem utilizar canais como internet banking, mobile banking e caixas eletrônicos para realizar operações. Já a Caixa Cultural, no Centro do Rio, vai funcionar normalmente, das 10h às 21h. A programação completa está disponível em bit.ly/caixaculturalrj.