Geral

DF: Militar da Aeronáutica é condenado por matar esposa e vizinho

Crédito: Reprodução

Militar da reserva da Aeronáutica Juenil Bonfim de Queiroz (Crédito: Reprodução)


Nesta quinta-feira (2), o militar da reserva da Aeronáutica Juenil Bonfim de Queiroz foi condenado a 30 anos de prisão pelo assassinato da esposa, Francisca Naíde de Oliveira Querizo, e do ex-vizinho, Francisco de Assis Pereira da Silva, no Distrito Federal. As informações são do G1.

O crime aconteceu em 12 de junho de 2019. Juenil acreditava que a esposa estava tendo um romance com Francisco. Porém o ex-vizinho era gay e casado.

O militar chamou Francisco até o seu apartamento e começou a acusá-lo. Os dois começaram a discutir. Na sequência, Juenil, irritado, disparou quatro vezes contra a esposa e o ex-vizinho.

Ela morreu na hora. Francisco foi socorrido e levado ao Hospital de Base, mas não resistiu e veio a óbito.

O crime foi gravado em vídeo pelo militar.

O Tribunal do Júri de Brasília condenou Juenil Bonfim de Queiroz pela seguintes qualificações: duplo homicídio qualificado, motivo torpe e o assassinato da esposa foi agravado por feminicídio.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua