Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

The Ten Tenors é menos um grupo do que uma civilização oculta em algum lugar da Austrália. Há os que pensam que o TTT, como é conhecido, se integra à onda das bandas numerosas, ao modo dos teen groups do K-Pop. Ou que eles resultaram da proliferação malthusiana de vozes agudas gerada pela passagem pelo hemisfério austral dos Três Tenores em 1990. Nada disso. TTT é reconhecidamente o precursor de tudo o que acontece hoje na música pop e erudita, inclusive a superpopulação de grupos de tenores, como Il Divo e Il Volo. Surgiu em 1995 com a ideia de proporcional um espetáculo crossover para as famílias. Desde então, perdeu-se a conta de suas formações. O fato é que há 49 tenores que pertenceram ao grupo – fato que poderia resultar na formação de uma orquestra sinfônica de tenores (fica a dica). Depois de arrastar 90 milhões de 33 países a seus concertos, chegou a vez de fazerem a primeira turnê brasileira, intitulada “Love is in the Air”. Segundo Boyd Owen, um dos tenores de voz mais aguda entre as agudas do grupo , eles prometem preencher todos os sonhos e emoções,. Afinal, têm fôlego para comover qualquer um. Teatro Guaíra, Curitiba, 19/3; Palácio das Artes, BH, 20/3; Theatro Municipal, RJ, 21/3; Unimed Hall, SP, 22/3.

3 PERGUNTAS A Boyd Owen

Divulgação

Qual a receita sonora que vocês apresentam?
Procuramos manter o equilíbrio entre a emoção romântica, a elegância e a potência masculina. Assim arrancamos gritos e aplausos do público

Um lema do grupo?
A música preenche o vazio existencial dos ouvintes com transcendência

Como organizar uma turnê com dez homens?
É incrível, mas nos damos muito bem. E nossos parceiros e parceiras sempre estão por perto!