Economia

Deutsche Bank vê risco político na Itália antes de referendo constitucional


A incerteza política parece ter mudado de país na Europa, deixando a Espanha, onde a formação de um governo parece ser uma questão de tempo, e chegando à Itália, onde existe a indicação de que a população rejeitará reformas constitucionais, afirma o Deutsche Bank. O banco alemão avalia que há uma probabilidade de 55% de que os italianos rejeitem a proposta de mudanças na Constituição. A votação deve ocorrer em 4 de dezembro.

A decisão italiana pode ser importante para o crédito. Outro banco, o Morgan Stanley, adverte que uma vitória do “não” poderia resultar em fraqueza para a dívida subordinada dos bancos italianos e para as dívidas corporativas expostas ao rating da Itália. Fonte: Dow Jones Newswires.


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais