Mundo

Destróier dos EUA bate em navio e deixa 10 desaparecidos


CINGAPURA, 21 AGO (ANSA) – Uma destróier da Marinha dos Estados Unidos se chocou contra um navio mercantil nas águas do Estreito de Malaca, deixando ao menos 10 marinheiros desaparecidos. De acordo com o governo dos Estados Unidos, que divulgou um comunicado nesta segunda-feira (21), o acidente também deixou outro cinco militares feridos e ocorreu perto de Cingapura. O destróier “USS John S. Mccain” sofreu sérios danos na parte esquerda traseira do casco na colisão com o navio mercante “Alnic MC”, que transportava produtos petroquímicos. O acidente ocorreu às 5h24 locais. Equipes de busca estão procurando os 10 marinheiros desaparecidos e os EUA enviaram mais reforços para a região para ajudar nas operações. Também foi aberta uma investigação para apurar o caso. O “USS John S. Mccain” tem sua base em Yokosuka, no Japão, e se dirigia a Cingapura para uma escala de rotina. O navio, construído em 1994, conta com uma tripulação de 23 oficiais, 24 suboficiais e 291 marinheiros. Já o navio mercante “Alnic MC” é um petroleiro químico de mais de 30 mil toneladas construído em 2008. Possui 183 metros e navega com a bandeira da Libéria. (ANSA)

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio