Tecnologia & Meio ambiente

Desmatamento na Amazônia cresceu 85,3% em 2019, diz Inpe

SÃO PAULO, 15 JAN (ANSA) – Uma pesquisa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou nesta segunda-feira (14) que o desmatamento na Amazônia brasileira em 2019 cresceu 85,3% na comparação com 2018.   

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Os dados, que foram registrados pelo sistema Deter-B, mostraram que de janeiro a dezembro de 2019, a área com alertas de desmatamento foi de 9.165,6 km². Em 2018, a cifra atingiu 4.946,37 km². Além disso, o número de alertas no ano passado foi o maior desde 2015.   

Os estados brasileiros que mais registraram alertas de desmatamento em 2019 foram Pará, Mato Grosso, Amazonas e Rondônia.   

A situação na região amazônica foi motivo de críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro durante a cúpula sobre mudanças climáticas da COP-25, realizada na Espanha. No início do ano, o chefe de Estado brasileiro defendeu o decreto que leva sua assinatura e autoriza as plantações de soja na Amazônia.(ANSA)

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Peugeot apresenta sua primeira moto feita em parceria com a Mahindra

+ A Fazenda 12: Jojo Todynho causa e pede óleo ungido a Edir Macedo

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea