Cultura

Desenho raro de Michelangelo é leiloado por valor recorde

PARIS, 18 MAI (ANSA) – Um desenho raro atribuído ao artista italiano Michelangelo Buanorroti (1475-1564) foi leiloado nesta quarta-feira (18), em Paris, pelo valor recorde de 23,16 milhões de euros, quantia equivalente hoje a R$ 120 milhões.   

De acordo com a casa de leilões Christie’s, responsável pela venda, esse é o montante mais alto já pago por um desenho do gênio do Renascimento. A identidade do comprador não foi divulgada.   


A obra “Giovane nudo” (“Jovem nu”) teria sido desenhada por Michelangelo no início de sua carreira e fazia parte de uma coleção privada francesa.   

O governo da França chegou a qualificar o desenho como “tesouro nacional” e a proibir sua exportação por 30 meses, mas depois removeu o bloqueio, permitindo que ele fosse oferecido a colecionadores do mundo todo.   

A obra também seria o primeiro estudo de um nu feito por Michelangelo a sobreviver até os tempos atuais. A figura central remete a um homem retratado em um afresco de Masaccio (1401-1428) em uma igreja de Florença e exalta sua musculatura, já prenunciando o tratamento que o mestre daria ao corpo humano ao longo de sua carreira.   

A autenticidade foi comprovada em 2019 por Furio Rinaldi, então especialista do departamento de pinturas de mestres antigos da Christie’s e cujo parecer foi avalizado por Paul Joannides, professor emérito de história da arte na Universidade de Cambridge e autor de catálogos dos desenhos de Michelangelo.   

O recorde anterior de um desenho do artista italiano era do “Cristo risorto” (“Cristo ressuscitado”), leiloado em 2000 por 9,5 milhões de euros. (ANSA).