Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O desempenho na temporada ainda está abaixo do esperado, mas a performance dos carros da Mercedes nos treinos que definiram o grid para o GP da Espanha animaram Lewis Hamilton neste sábado. O britânico larga no sexto posto enquanto seu companheiro de equipe, George Russell sai em quarto lugar. A ponta de esperança que motiva o heptacampeão do mundo se justifica pelo progresso apresentado depois das atualizações que equipe fez para ajustar o W13.

“Não temos o salto em linha reta, o que já é uma enorme diferença, mas ainda apresentamos problemas nas curvas. Temos algumas melhorias a fazer, mas o que dá para dizer é que o carro está muito melhor. Agora estou esperando os engenheiros para saber mais sobre os progressos do carro”, disse.

Longe de ter um carro competitivo que possibilite a ambição de brigar pelo título, Hamilton comentou ainda que está tentando entender o carro e adiantou que vai seguir trabalhando firme para sanar esse problema. Toto Wolff, chefe da equipe, também vê a situação em ritmo de melhora e afirmou que a equipe deu um passo sólido no sentido de ir acertando o carro.

Companheiro de Hamilton na Mercedes, George Russell também está otimista para o GP da Espanha. Segundo ele, a tendência é que o carro tenha um rendimento melhor na corrida do que nos treinos de qualificação que definiram o grid de largada. “Acho que sabemos a direção que precisamos seguir e podemos nos concentrar em tornar o carro mais rápido.”