Por Walmor Parente, subeditor da Coluna

Nem Flávio Dino (Justiça), nem Bruno Dantas (TCU), nem Jorge Messias (AGU). Quem tem acompanhado de perto a articulação da indicação à vaga no Supremo Tribunal Federal diz que o presidente Lula da Silva não descarta indicar uma magistrada negra.

E o nome da desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho 23ª Região, Adenir Alves da Silva Carruesco, voltou a ser mencionado em conversas reservadas no Planalto.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias