Mundo

Deputados britânicos querem convocação do premiê para tratar do Brexit

Deputados britânicos querem convocação do premiê para tratar do Brexit

Premiê britânico, Boris Johnson, em 24 de julho de 2019, em Londres - AFP/Arquivos

Em uma carta pública divulgada neste domingo (18), mais de 100 deputados britânicos pediram ao primeiro-ministro Boris Johnson que convoque uma sessão extraordinária do Parlamento, atualmente de férias, para debater sobre o Brexit.

O Parlamento volta do recesso no início de setembro, mas os legisladores querem que Johnson convoque a Casa para funcionar de modo permanente até 21 de outubro. Esta é a data prevista para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

Os signatários da carta são contrários ao Brexit e querem bloquear o processo.

“Nosso país está à beira de uma crise econômica, enquanto nos dirigimos para um Brexit sem acordo”, afirmam.

“Estamos diante de uma emergência nacional, e o Parlamento deve ser convocado de imediato”, acrescentam.

Johnson está decidido a que o Reino Unido abandone a UE em 31 de outubro, tendo ou não conseguido renegociar o acordo concluído entre a ex-primeira-ministra Theresa May e Bruxelas.

Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista, principal força da oposição, quer organizar uma moção de desconfiança contra o conservador Boris Johnson quando o Parlamento retomar os trabalhos.

Se conseguir derrubar Johnson, Corbyn espera se tornar chefe de governo interino. Seu objetivo é buscar um novo adiamento da data de saída da UE para evitar um Brexit sem acordo e, finalmente, convocar eleições antecipadas.

O governo de Johnson dispõe de uma maioria de apenas um voto no Parlamento.